MEI

O que fazer para ser um Micro Empreendedor Individual (MEI)?

Se você já é um empreendedor, ou seja, já começou a trabalhar pra você mesmo, então o próximo passo é formalizar. Uma opção rápida e fácil para começar formalmente é o MEI (Micro Empreendedor Individual), nesta categoria empresarial você recebe um CNPJ e com isso passa a ter direito a emitir notas fiscais, abrir uma conta pessoa jurídica no banco, entre outros.

Vejamos mais detalhes sobre ser MEI:

Algumas condições

Não participar como sócio, administrador ou titular em outra empresa

Ter somente um empregado

Exercer uma das atividades econômicas previstas no Anexo XIII, da Resolução do Comitê Gestor do Simples Nacional de nº 94/2011 (lista completa).

Documentos e informações

Tenha em mão os números do seu CPF e título de eleitor, caso você tenha declarado imposto de renda nos últimos dois anos o recibo da declaração em mãos substitui aos demais. Anote também o CEP da sua residência e do local onde você pretende abrir o negócio. Um número de celular ativo também será solicitado.

microempreendedor-individual

microempreendedor-individual

Mas, atenção!

Se você recebe algum benefício previdenciário (salário-maternidade, auxílio-doença, auxílio-idoso, aposentadoria por invalidez, Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social) se formalizar como MEI pode levar ao cancelamento do benefício. Além disso se você é servidor público será necessário consultar se a legislação da sua categoria te permite ser MEI.

Faturamento

Como MEI você poderá faturar mensalmente até 81 mil reais. Se você prestar o serviço para uma pessoa física não precisará emitir nota fiscal, porém se for para uma pessoa jurídica, a emissão é obrigatória. O MEI é automaticamente enquadrado no SIMPLES NACIONAL, mas diferentemente dos demais tipos de empresas, para o empreendedor os valores são fixos e no portal do empreendedor você receberá toda a orientação para fazer tudo isso sem precisar de um contador.

Ser locador de equipamentos recreativos é uma das atividades permitidas para ser MEI, então nós da Play Park temos certeza que com todas estas dicas o seu negócio vai começar com o pé direito e formalizado, e se você já aluga brinquedos há um bom tempo, porém ainda não tem um CNPJ porque acha muito burocrático, com essas informações formalizar será mais fácil do que você imaginava. Nós da Play Park acreditamos nos bons negócios!